BLOG

  • Ecobio

O que é inclusão social? O termo que vem sendo amplamente comentado nos últimos tempos, refere-se à possibilidade de dar a todas as pessoas, independentemente de suas diferenças, os mesmos direitos e oportunidades.



Fonte: politize.com.br


Não apenas os portadores de deficiências físicas, motoras e cognitivas, mas podemos considerar como parte do grupo de pessoas menos favorecidas os negros, indígenas, homossexuais, transexuais e pessoas com pouco ou nenhum recurso financeiro. Ou seja, seres humanos que, de alguma forma, saem do padrão de normalidade criado pela sociedade.


A inclusão social no Brasil


Por mais que o Brasil seja um país que se formou graças a diversas misturas de raças, as diferenças ainda são vistas de maneira equivocada, fazendo com que a inclusão social seja uma necessidade que precisa ser bastante trabalhada.


A lei nº 13.146/15, por exemplo, fala sobre a inclusão de pessoas com deficiência, tanto física quanto mental, intelectual e sensorial. O denominado “Estatuto da Pessoa com Deficiência” assegura e promove aos seus portadores o direito de igualdade perante a sociedade, incluindo acessibilidade, acesso à informação, participação na vida pública e política, entre outros.


No entanto, sabemos que muito ainda precisa ser feito, e é nesse ponto que entram os trabalhos de fundações, instituições e ONGs. 


Tipos de inclusão social

A proposta da inclusão social é criar e desenvolver ações que permitam a participação de todos da sociedade, garantindo vidas mais dignas, independentemente de suas condições. Para alcançar isso, existem diversos tipos de inclusões que atendem a diferentes grupos. Veja alguns.


Inclusão social para moradores de rua:


O projeto de lei nº 2470/2007, já aprovado pela Câmara do Deputados, exige a contratação de moradores de rua por empresas que vencem licitações públicas de obras e serviços. Já a lei nº 6.128 de 1º de março de 2018, estabelece que 2% das vagas de trabalho provenientes de licitações públicas distritais também sejam destinadas a pessoas nessas condições.


Inclusão social de ex-presidiários


A lei federal nº 7.210 de 1984, garante que ex-detentos retornem ao mercado de trabalho tão logo tenham cumprido suas penas. O início dessas atividades também podem ser dentro do presídio, atrelado ao bom comportamento ou em regime semiaberto.


Inclusão social pela educação


O artigo 205 da Constituição Federal Brasileira ressalta que “a educação é um direito de todos e dever do Estado e da família”. Porém, é comum ver que condições financeiras insatisfatórias acabam tirando as crianças das escolas, fazendo com que muitas iniciem atividades de trabalho logo cedo para ajudarem no sustento da família.


Quando conseguem estudar, muitos dos jovens de baixa renda não chegam às faculdades. Programas como os sistemas de cotas raciais e cotas sociais são formas de inclusão social para que jovens desses grupos consigam entrar em universidades públicas.


Inclusão social através do esporte

O esporte tem sido uma importante ferramenta quando o assunto é inclusão social. Além de promover a convivência em grupo, atividades desse tipo ajudam no crescimento pessoal, na percepção da participação de cada um na sociedade, no aprimoramento da disciplina, do respeito ao próximo, entre diversos outros aspectos.


Fonte: Instituto Reação

2 visualizações0 comentário

A liderança sustentável não tem só a ver com exercer o papel de líder. É também uma forma de manter toda a empresa trabalhando em harmonia, integrando quatro âmbitos: o econômico, o ambiental, o cultural e o social.


A liderança nas empresas


Nas empresas e corporações, muitas vezes o trabalho não é desenvolvido de maneira fácil. Por isso, existe o líder, que consegue promover na equipe mais união na criação de um trabalho melhor em que todos consigam atingir os seus objetivos.


A liderança é um dom importantíssimo para o bom funcionamento de uma organização. Ela nada mais é do que a capacidade de um indivíduo conduzir um grupo de pessoas com sucesso de maneira que juntos, possam concluir um bom trabalho. Essa maneira de lidar bem com as pessoas é uma característica importante no gerenciamento de uma empresa, já que é responsável por fazer com que todos trabalhem apesar de suas limitações e diferenças.


A liderança sustentável


Por meio da liderança sustentável é proposta uma vivência equilibrada entre as tarefas que devem ser feitas pelo local e o meio ambiente. Assim, a empresa cresce de maneira adequada e usa os recursos naturais que tem acesso de modo que nenhum dos dois seja prejudicado.


Esse profissional cria um ambiente mais propício para um trabalho produtivo e agradável. A liderança sustentável observa quais os pontos fracos e fortes do ambiente e fica atento às pessoas que têm mais aptidão para determinadas áreas, utilizando-as em ações específicas.


Esse tipo de liderança é considerada um modelo a ser seguido por mais profissionais no futuro, pois além de lidar com a empresa, há nela um senso de preocupação também com a comunidade que a cerca, por meio de ações sustentáveis que tornem a vida delas melhor.


No pós-pandemia, a liderança sustentável deve estar à frente de decisões


Enquanto se aflora o debate sobre o "novo normal" por causa da Covid-19, existe para as empresas sustentáveis além do lucro, a preocupação com os impactos sociais e ambientais. Nesse momento tão incerto é necessário questionar padrões de consumo e qual o efeito deles individual e coletivamente.


É preciso que tenhamos consciência de que somos agentes dessa mudança e temos a missão de pensar globalmente e agir localmente, seja na atuação em empresas ou no terceiro setor, quanto no ambiente acadêmico e em movimentos sociais. Tudo isso é a personificação do que chamamos de Liderança Sustentável.


Existem ainda as dificuldades já que para a retomada da pandemia do Covid-19, o retorno financeiro não será imediato. É necessário ter a consciência de uma mudança de cultura e da colaboração de todos para realizar as mudanças necessárias. A pandemia pode ser a chance de oportunidade , as empresas resistentes vão ficar para trás, sem investimentos de pessoas, e tendem a ter um resultado catastrófico.


Quer saber mais? Indicamos os livros a seguir


Fonte: Blog CathoEdu; Uol ECOA

2 visualizações0 comentário
  • Ecobio

O meio ambiente envolve todas as coisas com vida e sem vida que existem na Terra ou em alguma região dela e que afetam os outros ecossistemas existentes e a vida dos seres humanos. O meio ambiente pode ter diversos conceitos, que são identificados pelos componentes que fazem parte dele.


Foto: Pixabay


A Composição do Meio Ambiente


Para as Organização das Nações Unidas (ONU) o meio ambiente é o conjunto de elementos físicos, químicos, biológicos e sociais que podem causar efeitos diretos ou indiretos sobre os seres vivos e as atividades humanas. O meio ambiente é o conjunto de unidades ecológicas que funcionam como um sistema natural. Assim, o meio ambiente é composto por toda a vegetação, animais, micro-organismos, solo, rochas, atmosfera. Também fazem parte do meio ambiente os recursos naturais, como a água e o ar e os fenômenos físicos do clima, como energia, radiação, descarga elétrica e magnetismo.


O meio ambiente é composto por quatro esferas diferentes: atmosfera, litosfera, hidrosfera e biosfera.


A atmosfera é a camada ar que envolve o planeta, formada por gases como oxigênio, gás carbônico, metano e nitrogênio. A litosfera é a camada mais externa do planeta, formada pelo solo e por uma superfície rochosa, também chamada de crosta terrestre. Já a hidrosfera inclui todas as águas do planeta (rios, mares, lagos, oceanos e etc) e a biosfera é a camada referente à vida e engloba todas as formas de vida que existem na Terra.


Meio ambiente e ecologia


Na ecologia o meio ambiente é o ecossistema em que se desenvolve a vida de um tipo organismo, ou seja, existem diversos tipos de ecossistema em que os organismos vivem. No meio ambiente existem vários fatores externos que têm influência sobre a vida dos organismos. Assim, a ecologia é uma área que tem como objeto de estudo as relações existentes entre os organismos e o ambiente que os envolve.


Como preservar o meio ambiente?


A preservação do meio ambiente depende muito da sensibilização e participação de todos os indivíduos de uma sociedade. A cidadania para a preservação do meio ambiente deve contemplar atividades e noções que contribuem para a conservação do meio ambiente.D esta forma é importante instruir e educar os cidadãos de várias idades, através de formação de consciência nas escolas e em outros locais.


Além da educação ambiental, a sustentabilidade é um dos fatores mais importantes para garantir a preservação do meio ambiente.


Preservação ambiental através da sustentabilidade


A sustentabilidade ambiental e ecológica é a manutenção do meio ambiente do planeta Terra, é manter a qualidade de vida e manter o meio ambiente em harmonia com a existência das pessoas. O próprio conceito de sustentabilidade é para longo prazo, significa cuidar e preservar todo o sistema para que as gerações futuras também possam aproveitá-lo.


A sustentabilidade se refere às diversas medidas e estratégias que podem ser adotadas pela sociedade para que o meio ambiente seja preservado e seja considerado sustentável. Isso significa que devem ser encontradas formas de ação que permitam a coexistência das pessoas com a preservação do meio ambiente para que os recursos naturais não se esgotem.


Exemplos de como preservar o meio ambiente


São algumas medidas de sustentabilidade e preservação do meio ambiente:

  • evitar todo tipo de poluição nas águas dos rios, mares, oceanos e lagos,

  • separar o lixo orgânico do lixo reciclável e os diferentes tipos de lixo reciclável,

  • fazer o consumo consciente de recursos como água e energia elétrica,

  • evitar desastres ecológicos, como queimadas, derramamentos de óleo nas águas, desmatamentos e morte de animais,

  • diminuir a poluição e a emissão de gases poluentes,

  • usar energias reaproveitáveis e renováveis, como a solar, eólica (do vento) e hidrelétrica (das águas),

  • diminuir o consumo de alimentos e de produtos industrializados,

  • usar meios de transporte alternativos e menos poluentes, como a bicicleta e os transportes públicos,

  • construção de casas sustentáveis, que sejam preparadas para o uso de energias alternativas e renováveis.

Além dessas medidas, que podem ser adotadas por toda a sociedade, faz parte da conscientização da sustentabilidade a educação ambiental. A educação sobre a proteção do meio ambiente deve ser proporcionada aos cidadãos e às crianças para garantir a preservação do meio ambiente para as gerações futuras.


É importante que a sustentabilidade do meio ambiente seja cada vez mais uma prioridade para os políticos e para a sociedade em geral, para que a conservação do meio ambiente possa ser alcançada.


Fonte: https://www.significados.com.br/meio-ambiente/


Saiba mais:



8 visualizações0 comentário